sábado, junho 04, 2011

A solidão de Elias

.


"E o anjo do SENHOR tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque te será muito longo o caminho." 1 Reis 19:7

Leitura: 1 Reis 19.

Muitas vezes na vida passamos por isso. Como eu costumo dizer, são esses "choques de realidade" repentinos e avassaladores que podem mudar o rumo das nossas vidas. Quando estamos tão acomodados a ponto de ficarmos entorpecidos, insensíveis às coisas que merecem atenção, a vida se encarrega de nos acordar aos trancos e barrancos.

É claro, quase sempre essas ocasiões produzem assombro e até uma tristeza profunda quando percebemos que as coisas não eram como víamos, quando descobrimos um problema grave onde antes parecia haver uma resposta, onde aquilo que era seguro fica tão confiável quanto uma corda bamba num circo.

Quando o choque de realidade acontece com a sua maneira de encarar a vida cristã e a igreja, você fica diante de 2 caminhos: o do crescimento e o da morte espiritual. A sua atitude depois desse momento é que vai determinar qual estrada você seguirá. Continue lendo para saber o quê um servo de Deus fez, quando passou por esse momento.

Algo muito parecido aconteceu com o grande profeta Elias. Logo depois de passar o "auge" da sua vida, quando milagrosamente ele destruiu os profetas do deus pagão Baal, ele se viu frente a frente com a morte. A rainha, pagã, prometeu com a sua vida que mataria Elias da mesma forma que ele fez com os falsos profetas (vs 2).

A primeira reação dele foi fugir (vs 3). Ele se escondeu no deserto, debaixo de uma árvore. Esse é o estágio inicial quando encaramos algum problema grave. Geralmente o ignoramos, buscamos conforto psicológico em outras coisas (como a TV, internet, amigos, estudos, trabalho,bebidas, etc). Elias queria ficar ali, no seu refúgio. Ele se cansou de arriscar, de correr o perigo. Tudo que ele queria era esquecer seus problemas. Isso não parece familiar?

Quando Elias estava dormindo tranquilamente em seu refúgio (vs 5), um anjo o acorda e manda ele comer a refeição preparada pelo ser celestial. O anjo avisa o profeta que ele precisaria se alimentar, pois "te será muito longo o caminho". Esta é a ocasião que Deus nos prepara para resolver o problema. O Senhor é o nosso sustento, e justamente por isso Ele não quer nos ver fugindo e ignorando as coisas que podem fazer diferença em nossas vidas. Ele quer que tenhamos fé na Sua ajuda para superar as dificuldades!

Depois, o profeta foi encontrar-se com Deus no Monte Sinai (vs 8). Era o primeiro passo em direção à solução. Quando encaramos uma dificuldade, uma muralha, não devemos ser imprudentes e enfrentá-la sem preparo; muito menos devemos fugir covardemente. Precisamos e podemos sim buscar a ajuda do Pai, porque é Ele, e somente Ele, que nos capacita para enfrentar provações.

Deus quis saber porquê Elias foi procurá-lO (vs 9). O Senhor se interessa pela sua vida, mesmo que a natureza dos seus problemas seja individual e não haja nenhuma pessoa para te ajudar.

Finalmente, Elias abriu seu coração para o Senhor (vs 14). Ele disse que sempre foi um servo fiel, mas que não restava mais nenhum profeta de Deus, e os altares do Senhor foram derrubados. Além disso, estavam querendo matá-lo. Parecia que a fé no Criador estava desmoronando na terra de Elias. Parece que nenhum servo de Deus resistiria ao ataque do mal. E o profeta estava só.

Na maioria das vezes, quando enfrentamos uma grande dificuldade, achamos que estamos sozinhos. Ninguém pode nos ajudar. As pessoas não vão entender. Não posso admitir isso pra Deus, Ele vai me rejeitar. A solidão nasce da nossa dúvida da grandeza do amor de Deus. Sem perceber, estamos encarando o Pai como um juiz inclemente que está esperando nosso deslize para nos enviar ao Abismo. Desse jeito pensamos (mesmo que sem perceber) que Deus anseia pela nossa destruição.

Reflita bem nestas palavras. Quem está esperando para nos destruir é o Diabo (1 Pedro 5:8). Enquanto o Diabo é um ladrão, que mata, rouba e destrói, Jesus veio para dar vida em abundância! (João 10:10). Não é um pouco de vida não, mas é muita, mas muita vida!! O Senhor é o pastor que dá sua vida pelas ovelhas (João 10:11). Ele não tem dúvidas disso, tanto que sacrificou seu único filho para que pudéssemos ser salvos da nossa maldade. Existem mais de 7 MIL versículos afirmando que "O Senhor é bom", mas esses 2 versos são os que mais gosto:

"O SENHOR é bom, ele serve de fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam nele." Naum 1:7

"Provai, e vede que o SENHOR é bom; bem-aventurado o homem que nele confia." Salmo 34:8

Para terminar, Deus mostrou à Elias que ele não estava sozinho, e que o livramento viria logo (vs 15-18). O profeta ungiria Hazael como rei da Síria, Jeú como rei de Israel e Eliseu como profeta em seu lugar. Estes 3 homens seriam os encarregados de exterminar os perseguidores dos servos de Deus naquele reino. Ao ouvir de Elias que ele era o último servo fiel, o Pai respondeu:

"Também deixei ficar em Israel sete mil: todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e toda a boca que não o beijou." - 1 Reis 19:18

Você não está sozinho. O Senhor te sustenta, te prepara e junto com você, enfrentará as batalhas da vida! Não desista do caminho, se alimente bem porque a viagem é longa, mas cada passo dado será um a menos em direção à vitória, e será também mais um passo dado com a força do Senhor! Amém!





Um comentário:

ValerieOliv disse...

Irmão, obrigada por ter me abençoado hj com essa bela reflexão. Que bom saber q o Senhor esta conosco qdo ninguém está...