quinta-feira, março 05, 2009

Uso do hífem - novas regras ortográficas da língua portuguesa


USO DO HÍFEN
Novas regras ortográficas aplicadas no Brasil

Por João Cruzué

PRIMEIRA DICA
1 - Regra: prefixos terminados em vogal diante de palavras que começam com r e s, perdem o hífen e dobram-se estas consoantes.

Resultado: autorretrato, contrarregra, antissocial, autossugestão, contrassenha e suprarrenal.


SEGUNDA DICA
2 - Regra: palavras com prefixos terminados com a mesma vogal do início da palavra seguinte, passam a ser escritas com hífen.

Assim: anti-inflamatório, arqui-inimigo, micro-ônibus, anti-imperialista, micro-ondas.

Exceção: O prefixo "co" aglutina-se com a segunda palavra, e não aceita o hífen mesmo diante de palavra que comece com a mesma vogal "o". Em cooptar, coobrigação, cooperação, coordenar, etc.


TERCEIRA DICA
3 - Regra: O hífen deixará de ser grafado quando o prefixo terminar em vogal diferente da que inicia a palavra seguinte.

Assim: semiaberto, semiárido, semiautomático, autoafirmação, autoajuda, autoaprendizagem, autoescola, autoestrada, autoinstrução, coautor, contraexemplo, contraindicação, contraordem, extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista.


QUARTA DICA
4 - Regra: prefixos terminados com a mesma letra r que inicia a segunda palavra, continuam sendo grafados com hífen.

Resultado: Hiper-resistente, inter-relacionado, super-resistente.


QUINTA DICA

5 - Regra - Os prefixos: ex, sem, além, recém, aquém, pró, pós, e pré pedem o hífen.

Assim
: Sem-terra, ex-presidente, recém-chegado, pró-ativo, pós-graduado, além-mar, pré-temperado.


SEXTA DICA
6 - Regra - Com prefixos em que a segunda palavra se inicia com h, a regra manda por o hífen:

Assim: Super-homem, sobre-humano, co-herdeiro, anti-higiênico, anti-helmíntico, mini-hotel.

Exceção: sub-humano que perde o h e o hífen resultando nova grafia: subumano


SÉTIMA DICA

7. Regra - Não se usa hífen quando o prefixo termina com vogal diante de palavra que comece por consoante, exclusive diante das consoatens "r" e "s"

Assim: Antiprojeto, antitetânico, contraproducente, contraparente, autopeça, geopolítica, microcomputador, semicírculo, semideus, ultramoderno.

Exceção: Usa-se sempre o hífen depois o prefixo "vice" Como em: Vice-precidente, vice-rei, vice-diretor, vice-almirante, etc.


OITAVA DICA
8. Regra - Quando o prefixo terminar em consoante igual à da segunda palavra, grafa-se com hífen:

Assim: Inter-racial, super-requintado, hiper-radical, super-resistente, hiper-romântico

Nos demais casos (consoante diferente) não tem hífen. Assim: hipermercado, supermercado, intermunicipal, superprotetora,


NONA DICA

9. Regra - Com o prefixo sub, usa-se o hífen diante de palavra que comece com a letra "r"

Assim: Sub-região, sub-raça, sub-repticiamente,


DÉCIMA DICA
10. Regra - Usa-se hífen: com os prefixos Pan e Circun diante de palavra inicada por m, n e vogal

Assim: Circun-navegação, pan-americano, pan-meridional, etc.


DÉCIMA PRIMEIRA DICA

11. Regra -Não se usa o hífen quando o prefixo termina em consoante seguida de vogal na segunda palavra.

Como em: interestadual, hiperacidez, hiperativo, superaquecimento, supereconômico, superexigente, superamigo,


DÉCIMA SEGUNDA DICA
11. Regra -Usa-se hífen em palavras de origem tupi-guarani compostas com os sufixos açu e mirim

Como em : Mogi-guaçu, capim-açu, anajá mirim, Mogi-mirim, (Manhu-açu??), (Para-guaçu??)


Ishhh! AINDA NÃO ACABOU!!!





ESCREVA COM HÍFEN

Ricardo Sérgio: Recando das Letras

• Abaixo-assinado (doc.); abelha-africana; abelha-mestra; abre-alas; afro-brasileiro; água-furtada; água-marinha; água-viva; além-fronteira; além-mar; além-túmulo; algodão-doce; alta-costura; alta-fidelidade; altar-mor; alta-roda; alta-tensão; alto-astral; alto-contraste; alto-falante; alto-forno; alto-mar; alto-relevo; ama-seca; amigo-oculto; amigo-secreto; amizade-colorida; amor-perfeito; amor-platônico; amor-próprio; ano-bom; ano-base; ano-luz; ano-novo; apart-hotel; após-guerra; aquém-mar; arco-íris; arranca-rabo; arranca-toco; arrasta-pé; arranha-céu; arroz-doce; arte-final; asa-branca; asa-delta; auxílio-maternidade; avant-premiére;

• Baixo-astral; baixo-relevo; balcão-frigorífico; banana-maçã; banho-maria; barra-limpa; barra-pesada; barriga-d'água; batata-doce; bate-boca; bate-bola; bate-estaca; bate-papo; bel-prazer; bicho-carpinteiro; bem-acabado; bem-aceito; bem-acondicionado; bem-agradecido; bem-acostumado; bem-amado; bem-afamado; bem-afortunado; bem-aventurado; bem-ajambrado; bem-amado; bem-apanhado; bem-apessoado; bem-apresentado; bem-arranjado bem-arrumado; bem-aventurado; bem-avisado; bem-bom; bem-casado; bem-comportado; bem-conceituado; bem-conformado; bem-criado; bem-dizer; bem-dormido; bem-dotado; bem-disposto; bem-estar; bem-ensinado; bem-encarado; bem-educado; bem-fazer; bem-falante; bem-feito; bem-humorado; bem-intencionado; bem-lançado; bem-mandado; bem-merecido; bem-nascido; bem-ordenado; bem-ouvido; bem-parado; bem-parecido; bem-posto; bem-proporcionado; bem-querer; bem-soante; bem-sucedido; bem-sabido; bem-soante; bem-vindo; bem-visto; bem-talhado; bem-me-quer; boa-pinta; boa-praça; boas-noites; boa-vida; boca-livre;
boi-bumbá; bola-presa; bolo-podre; bom-bocado; bom-tom; bota-fora;

• Cabeça-dura; cabeça-inchada; cabra-cega; cabra-macho; caça-níqueis; café-concerto; caixa-d’água; caixa-forte; caixa-preta; caixeiro-viajante; casa-grande; casca-grossa; cata-vento; cavalo-marinho; cavalo-vapor; cê-cedilha; cessar-fogo; chá-mate; chapéu-coco; cheiro-verde; chupa-sangue; cidade-satélite; cine-teatro; claro-escuro; co-autor; co-piloto; co-radical; co-redator; cobra-cega; cobra-coral; cobra-d’água; cofre-forte; coisa-ruim; comandante-chefe; comédia-pastelão; côncavo-convexo; cônsul-geral; conta-gotas; corre-corre; corta-luz; criado-mudo; criança-problema; cristão-novo; curta-metragem; curto circuito; custo-benefício;

• Dedo-duro; deixa-disso; edifício-garagem; editor-chefe; elemento-surpresa; erva-cidreira; erva-doce; erva-mate; escalda-pés; escola-modelo; espalha-brasas; Estado-Maior; estrela-anã; fã-clube; fac-símile; fazenda-modelo; faz-tudo; feijão-preto; feira-livre; finca-pé; físico-químico; fogo-selvagem; foguete-sonda; folha-seca; força-tarefa; formiga-correição; foto-legenda; franco-atirador; frango-d’água; fruta-pão; furta-cor; galinha-d’angola; galinha-morta; ganha-pão; ganha-perde; garoto-propaganda; gato-pingado; goma-arábica; grã-fino; guarda-costas; guarda-louças; guarda-noturno; guarda-pó; guarda-volumes; homem-rã; jeca-tatu (caipira); jogo-treino; lero-lero; livro-texto; lugar-comum; lustra-móveis.

• Macaco-prego; má-criação; má-educação; má-fé; manga-rosa; mão-aberta; mão-leve; marca-d’água; maria-chiquinha; maria-mole; mata-mosquito; matéria-prima; mau-caráter; mau-olhado; maus-tratos; meia-calça; meia-idade; meia-luz; meia-sola; meias-verdades; meia-volta; meio-termo; mesa-redonda; mosca-morta; mulher-macho; mundo-cão; passa-fora! recém-aberto; recém-admitido; recém-casado; recém-chegado; recém-criado; recém-fabricado; recém-formado; recém-nascido; recém-publicado; recém-vindo; reco-reco; redator-chefe; regra-três; régua-tê; relações-públicas (profissional); roda-gigante; roda-viva; roleta-russa; rubro-negro; rubro-verde;

• Sabe-tudo; sabiá-laranjeira; saca-rolhas; saci-pererê; salário-teto; sal-gema; salto-mortal; salva-vidas; salve-rainha; salvo-conduto; samba-canção; samba-enredo; sapo-boi; seguro-desemprego; seguro-saúde; seguro-viagem; sem-cerimônia; sem-dinheiro; sem-deus; sem-fim; sem-fio; sem-justiça; sem-lar; sem-luz; sem-modos; sem-nome; sem-número; sem-pão; sem-par; sem-pátria; sem-partido; sem-pudor; sem-pulo; sem-razão; sem-sal; sem-terra; sem-teto; sem-termo; sem-trabalho; sem-vergonha; sem-vergonhice; sete-belo; sex-appeal; zaz-traz! ®Sérgio.

______________________________________

Ajudou na elaboração desta relação: Eduardo Martins, Manual de Redação e Estilo.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, quaisquer críticas ou comentários.

Se você encontrar erros (inclusive de português), faça a gentileza de avisar-me.
Ricardo Sérgio
Publicado no Recanto das Letras em 23/08/2007
Código do texto: T619694




.

Um comentário:

INFOSOL disse...

Olá! A paz do nosso Senhor Jesus!
Como faço para ter o link do meu blog aqui?
O nome do blog é INFOSOL.
www.infosol.wordpress.com

Grato pela atenção.