sexta-feira, novembro 16, 2007

Mahatma Gandhi

A primeira impresão sempre fica.

Mohandas Gandhi

Tradução de João Cruzué

Mahatma Gandhi é um dos mais respeitados líderes da história moderna. Apesar de hindu, admirava Jesus Cristo e freqüentemente citava frases do Sermão do Monte. Certa vez o missionário E. Stanley Jones encontrou-se com ele na Índia, e perguntou: Senhor Gandhi, apesar do senhor sempre citar as palavras do Cristo, por que é tão inflexível e sempre rejeita tornar-se seu seguidor?

Ao que Gandhi respondeu: Ó! Eu não rejeito seu Cristo. Eu amo seu Cristo. Apenas creio que muitos de vocês cristãos são bem diferentes do vosso Cristo.

Conta-se que a rejeição de Gandhi ao cristianismo nasceu de um incidente acontecido na Africa do Sul, quando ele era um jovem advogado por lá. Gandhi estava atraído pela fé cristã; tinha estudado a Bíblia e os ensinamentos de Jesus. Estava explorando seriamente a possibilidade de tornar-se um cristão, quando decidiu assistir um culto em uma igreja local. Mas, assim que subiu os degraus, o ancião da igreja, um sul-africano branco, barrou seu caminho na porta.

--Aonde você pensa que vai, kaffir*? Perguntou o ancião em um tom de voz beligerante.

Gandhi replicou: Eu gostaria de assistir o culto, aqui.

Mas o ancião rosnou: Não existe lugar para kaffirs nesta igreja. Fora daqui ou eu chamarei meus assistentes para atirá-lo escada a baixo.

Moral da história: uma Igreja Cristã onde falta o amor de Cristo, não é Igreja , mas sim um túmulo para a fé alheia, pois uma primeira impressão ruim, é difícil de ser apagada.

* tratamento pejorativo dado pelos brancos, no regime do apartheid, aos negros e estrangeiros na África do Sul. No meio muçulmano, kaffir tem o significado de "infiel".

tradução de João Cruzué
http://whoisthisjesus.googlepages.com/

cruzue@gmail.com

.

5 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro irmão João Cruzué!
Que mensagem, que alerta!
Quantas vezes, no afã de sermos "zelosos" com nossas próprias conveniências, esquecemos da lei maior deixada pelo Senhor que é o amor ao próximo.
Obrigado pelo artigo que é um verdadeiro alerta.

Pruda disse...

Pois então taí a realidade das coisas: porque os mulçamanos odeiam os cristãos tambem??Lembram das cruzadas, onde a igreja católica(cristã) dizimou milhares e milhares de mulçumanos em nome de Deus??! Agora o Bush não fez essa caca toda no Iraque e se diz ser cristão?! Como alguem pode se interessar em ser cristão dessa maneira? Mas quero dizer que existem muitos cristão sim, verdadeiros, que se sacrificam em amor ao próximo, mas desses a mídia passa longe e muitas vezes ficam no anonimato, porem trazendo muitas bençãos a aqueles que estão "próximos" a eles. pena que Gandi não conviveu com alguém assim!

Anônimo disse...

è meu irmão, diz a palavra que por amor de Cristo seriamos, perseguidos e rejeitados, gandhi deveria meditar nas epístolas sobre os falsos obreiros e que os inimigos de Cristo sairam do nosso meio, creio que ele foi confrontado pelo próprio Deus sobre. nem todo que me diz Senhor é salvo e nem todas as igrejas tem o Espírito Santo de Deus. fala-se em apocalipse que a sinagodas que são de Satanás.

a fé cristã não é para todos, mas só a quem o filho quiser revelar, para herdarmos o reino de Deus passaremos por grande tribulação, até mesmo com os de dentro, Eu entendo o que ele quis dizer mas não concordo em ele, e aquele velha e conhecida transferência de culpa. Foi ele, por causa dele.

é preciso poder de Deus, para sermos convertidos á Ele, somente pela graça nos temos a mente de Cristo.

César disse...

EU CREIO NA SALVAÇÃO DE GANDHI

A primeira impressão é a que fica realmente. Os "cristãos" até hoje não perdoam Gandhi e muitos dizem que ele foi para o inferno. Ora, Gnadhi não rejeitou a Cristo, ele rejeitou a "igreja". O que é a igreja institucional evangélica? A igreja de Cristo tenho certeza que não é, apesar que muitos lá de dentro são de Cristo. Para mim as palavras de Gandhi são reveladoras sobre sua salvação ao dizer:
"Ó! Eu não rejeito seu Cristo. Eu amo seu Cristo. Apenas creio que muitos de vocês cristãos são bem diferentes do vosso Cristo".

TENHO A MESMA OPINIÃO e nem por isso perecerei e nem por isto deixei de congregar, claro, fora da instituição.

Pr. Ronaldo Lucena disse...

Vejam a impressão que a nossa incoerência entre o que cremos e o que praticamos causa: http://www.ricardogondim.com.br/meditacoes/deus-nos-livre-de-um-brasil-evangelico/